Arquivos

Pilates na Gestação

Originally posted on NFfisio: Os exercícios de Pilates na gravidez podem ser realizado desde o primeiro trimestre, sem trazer qualquer problema para a mãe ou para o bebê. Estes exercícios são excelentes para aumentar o vínculo entre mãe e filho, fortalecer e tonificar os músculos de todo o corpo, preparando o corpo da mulher para a…

via Pilates na Gestação — maismaismedicina

REPELENTE NATURAL DE INSETOS

Então… Primavera chegou. E logo, logo o Verão está aí. E com ele o calor, o sol e… os insetos!

repelente

É quase impossível se livrar de pernilongos e borrachudos no verão. Digo mais, os insetos em geral estão presentes no nosso dia – a – dia, pois a urbanização não fez com que eles desaparecessem. E conviver com eles é necessário, afinal, nós invadimos o seu espaço, principalmente quando nos aventuramos a ir a locais com plantas como sítios, fazendas, praias e etc.

Para quem é adepto a produtos “natureba”, vai aí uma dica de repelente caseiro, fácil e eficaz. Uma substância caseira que, se manipulada de maneira correta, pode ser utilizada tanto quanto os repelentes industriais:

Para a receita do repelente, será necessário:

  • ½ litro de álcool
  • 10 g de cravo da india
  • 100 ml de óleo corporal (qualquer um de sua preferência)

Instruções:

  1. Em um vidro escuro, coloque os cravos da índia e cubra com álcool;
  2. Deixe descansar por 4 dias, balançando o recipiente duas vezes ao dia (pela manhã e a noite);
  3. Depois peneire o cravo e misture a tintura com o óleo corporal de sua preferência.

O uso do repelente pode ser a qualquer hora, uma dica é usar sempre durante a noite, hora em que os mosquitos e pernilongos atacam mais.

Ok?

Beijos

meuavatarassinatura

COMPOSTAGEM DOMÉSTICA… O que é isso?!?

composteira

“É essencial que cada um faça sua parte”

Geralmente, é com essa frase que terminam todos os textos, artigos, vídeos ou campanhas que vemos por aí sobre a prevenção e combate ao processo de degradação ambiental em que nos encontramos. A partir daí, a indagação “mas como posso colocar a sustentabilidade em prática?” é mais do que comum. A separação do lixo para a reciclagem e a economia de energia em medidas simples no dia a dia são exemplos de soluções descomplicadas que refletem que é possível contribuir para o meio ambiente dentro de casa.

A compostagem doméstica ou compostagem caseira é um processo que transforma resíduos orgânicos em adubo de qualidade para hortas e qualquer tipo de cultivo. O processo doméstico de compostagem é uma alternativa viável para o reaproveitamento de resíduos em pequena escala. Como o próprio nome diz, o sistema pode ser realizado nos quintais de casa – com a técnica, estima-se que uma família pode reduzir em mais de 70% o resíduo gerado em seu dia a dia. Imagine o que você poderia reaproveitar com isso: restos de alimentos como cascas de frutas, verduras, cascas e talos, alimentos cozidos ou assados desde que em pequenas quantidades, borra de café, podas de grama e folhas, serragem não tratada, folhas secas…Mas atenção: nunca jogue restos de comida, molhos, carnes, derivados de leite, etc. Estes alimentos apodrecem e “envenenam” a terra que deixará de ser fértil e rica em nutrientes, ok?

Hoje em dia existem até as caixas que são próprias para este fim, mas como são caras e você não quer gastar, né??? a solução é simples. Compre 5kg de terra adubada, despeje num vaso fundo ou numa caixa de plástico com tampa. Jogue ali algumas minhoquinhas queridas… sim, elas produzem o húmus, que é o néctar da terra. Deixe as minhocas viverem ali sozinhas por uns 3 dias, sempre molhando a terra para permanecer úmida. Depois disso, com muito cuidado, revire esta terra (sem machucar as minhoquinhas hein… não acredite na lenda de que, quando cortada, a minhoca se regenera dando origem a duas minhocas – dependendo do lugar do corte, a minhoca pode até morrer). E ao contrário do que muitos pensam, as minhocas não são animais sujos e nem transmitem doenças, e podem ser utilizadas no seu lar sem nenhum problema. Criar minhocas pode ser como criar um animal de estimação qualquer, sendo que ainda lhe oferecem uma contribuição valiosa no apoio à decomposição de seus resíduos.

Sempre que você cozinhar, reserve as cascas dos legumes, das frutas, ou seja, de tudo que for vegetal (até cascas de cebola e alho), que são chamados de Lixo Orgânico, e despeje neste vaso (que deverá sempre estar bem tampado), junto com as minhocas. Misture com a terra delicadamente, tampe novamente e deixe que as minhocas façam o trabalho de fertilizar esta terra.

Esta fração do lixo que é orgânica é tratada naturalmente pela terra e pelas minhocas, e se transforma em uma biomassa altamente nutritiva, que pode ser aplicada em jardins e hortas, como adubo. Sempre que você for transplantar uma flor ou uma planta para um vaso maior, pode misturar este composto à terra do vaso. Ou ainda se você cultiva verduras e legumes, pode eventualmente jogar um pouco desta terra para adubar o solo e suas plantas crescerão ainda mais saudáveis.

Isso se chama Compostagem Doméstica. É apenas a arte de reciclar lixo orgânico a nosso favor.

Nós temos a nossa aqui em casa! E você?

Um beijo.

meuavatarassinatura

ALIMENTOS TERMOGÊNICOS PARA EMAGRECER

Verão chegando, mulherada!!! Que tal começar a se preparar desde já? Anotem as dicas que encontrei para comer bem emagrecendo com alimentos termogênicos que vão além do velho e bom café… (um sonho, né? kkkk)

alimentos-termogenicos

Só para fazer constar: Alimentos termogênicos aceleram o metabolismo e aumentam a temperatura corporal, sendo também conhecidos como queimadores de gordura corporal. O consumo desse tipo de alimento faz com que o corpo gaste mais energia, resultando na queima de calorias e, consequentemente, na perda de peso.

Pimenta vermelha: Esse tipo específico de pimenta é rica em capsaicina, substância que favorece o aumento da quebra de gorduras no tecido adiposo. Ela aumenta em até 20% a atividade metabólica se ingerida na quantidade de três gramas por dia, podendo ser adicionada em saladas e pratos quentes como tempero.
Chá verde (Camellia sinensis): Assim como a pimenta, esse chá favorece a utilização da gordura corporal como fonte de energia em função do estimulo metabólico. Para que o efeito aconteça, aconselha-se tomar cinco xícaras de chá por dia durante três meses. Mas, cuidado: quem tem insônia não deve ingerir o chá verde na parte da tarde ou noite. 
Canela: Além de aumentar o metabolismo basal, a canela possui alto teor de cálcio mineral, substância importante para o emagrecimento. Polvilhada por cima de frutas (aproximadamente uma colher de chá rasa), contribui com o emagrecimento e ainda torna a refeição deliciosa.
Gengibre: Essa raiz pode aumentar o gasto calórico em mais de 10%. O gengibre pode ser consumido de diversas formas, cru, em marinadas para temperar carnes, aves e peixes, e ainda fica ótimo em molho de tomate, sopas de legumes e chá, quando misturado com outras ervas. A quantidade indicada é de duas fatias pequenas.
Chá de hibisco: Esse chá, assim como os demais termogênicos, aumenta a temperatura corporal durante a digestão e, consequentemente, aumenta o metabolismo. Para que o efeito seja positivo, devemos tomar um litro por dia, sendo que, para um litro de água, deve-se usar uma colher de sopa da flor. 
Alimentos com Ômega 3: O omêga 3 é encontrado em peixes – como salmão e atum – e em oleaginosas. Ele aumenta o metabolismo basal, melhora a retenção de líquidos e facilita a comunicação entre as células do organismo. 
Água gelada: Sim, até mesmo a água gelada pode te ajudar a emagrecer! Ao ingeri-la, seu organismo gasta energia para elevar a temperatura até a tida como adequada pelo corpo (algo entre 36º e 37ºC). No entanto, o efeito é muito leve. Para melhores resultados, ingira oito copos de água por dia, pois essa medida pode aumentar seu gasto calórico em até 200kcal. 

Viu só? Não precisamos ficar derretendo calorias numa academia. Mas é lógico que, tudo isso que mostrei aqui não funciona bulhufas se você ficar se entupindo de doces, massas, refrigerantes, frituras, etc…

Não se esqueça: Você é o que você come!

Beijos

meuavatarassinatura

RECICLANDO ALIMENTOS E ECONOMIZANDO EM CASA!

Gente linda! Bom dia!

A crise está pegando… (e preocupando!).

É hora de repensarmos seriamente sobre nossas finanças, nossos gastos e nossos investimentos. O que é prioridade e o que não é… e no que podemos contribuir para que a crise não nos pegue de calça curta…

Quando falamos disso, automaticamente se forma uma nuvem escura com raios de complicações caindo direto em nossa cabeça, não é?

Pois você sabia que podemos começar a nos armar contra esta crise sem sair de casa? Sim! Reaproveitando alimentos que normalmente são descartados diariamente. Neste post vou apresentar a vocês, 10 alimentos que podemos replantar em nossa casa, pois mesmo após seu uso completo, eles ainda podem nos presentear muito. E um SALVE a Mãe Natureza! É uma verdadeira Mãe mesmo!!!

Consiste numa reciclagem de alimentos, propriamente dita!

Vejam só:

post1Boa parte dos alimentos que consumimos e depois jogamos fora não precisa ter esse fim. É possível plantar, consumir e plantar outra vez alguns de seus legumes e verduras, economizando dinheiro.

CEBOLINHA: Quando usar a cebolinha, separe toda a parte branca e mais um pedacinho da parte verde. Coloque dentro de um copo com água, cobrindo a parte branda (cerca de 2,5 cm). Deixe em um local ensolarado e, dentro de poucos dias, cebolinhas novas irão brotar. Para ajudar, troque a água todos os dias. Quem tiver um pouquinho de terra pode plantá-las.

ALHO: O alho não precisa ser replantado, basta reaproveitar as folhas do bulbo. Coloque os dentes em uma vasilha de vidro com água e, em alguns dias, alguns brotos crescerão. A dica é usar apenas as extremidades, que são mais saborosas. Quem quiser também pode replantar o alho, mas isso dá um pouco mais de trabalho.

MANJERICÃO: Separe mais ou menos três pares de hastes, corte-as e as deixe com uns 10 ou 15 cm. Escolha as mais bonitas e retire as folhas da parte de baixo, deixando apenas algumas na parte superior. Coloque em um copo de vidro com água até a metade e deixe em um lugar ensolarado, trocando a água de dois em dois dias. Depois, quando as raízes estiverem com o tamanho de 2 cm, replante em um vaso médio ou floreira, pois o manjericão precisa de espaço e de sol.

CENOURA: Assim como o alho, as folhas podem ser reaproveitadas. Também não precisa plantar, basta usar a cabeça da cenoura que todos jogam fora. Assim como na imagem, o ideal é colocar várias numa vasilha com água pela metade. Em aproximadamente 15 dias, novas cenouras começam a brotar.

HORTELÃ: Funciona da mesma forma que o manjericão. Depois precisa ser plantada também em um vaso maior e com furos em baixo, pois necessita de solo drenado e de muita água. Em nenhum momento a terra poderá ficar seca. Então cuidado com o sol da tarde.

ALECRIM: Faça o mesmo processo inicial do Manjericão e da Hortelã. Depois plante os galhinhos em um vaso com furos em baixo para drenar a água, numa mistura de 2/3 de areia grossa e 1/3 de terra musgo. Pela composição da terra, já se percebe que ele não curte muita água, então não regue demais, mantenha-o num local ensolarado. Vá cortando os galhinhos quando precisar, depois replante de novo. Essa técnica pode ser usada com outros temperos, como o coentro.

ALFACE: Poderá partir também para o cultivo hidropônico. Basta pegar a cabeça da alface, aquela que ia jogar fora, e colocar numa vasilha com água, troque sempre que necessário.

ACELGA: Da mesma forma que o Aipo, reutilizar a parte inferior (raiz), “inútil”, da verdura.

ALHO PORÓ: Da família da cebolinha e tal qual, também brota fácil na água. Corte o talo com a parte da raiz, uns 5 cm, e coloque num recipiente não muito fundo ou apoie com dois palitos, um de cada lado, com água até o começo da raiz e vá cuidando para que não evapore e seque. Se for época de temperatura baixa, poderá manter na água mesmo, mas se for verão, replante num vaso com terra preparada, após criar as raízes.

CEBOLA: Com a extremidade da raiz descartada da cebola, faça a mesma técnica da água que a cebolinha, e tantas outras que citamos. Então, após aparecer as raizes, coloque ao sol em um vaso com terra de qualidade ou diretamente no solo do lado de fora.

E você, está esperando o que para se preparar para enfrentar essa crise tão assustadora que nosso país está enfrentando? Se não podemos ajudar globalmente, façamos a nossa parte dentro de casa. Nosso bolso agradece.

Um beijo.

meuavatarassinatura

COMO FAZER ÓLEO AROMÁTICO EM CASA!

Quem não gosta de casa perfumada???!

Adoooro esses palitinhos cheirosos que perfumam tudo ao redor! Mas são muuuuuuuuito caros não acham?

E os que custam mais baratos, são fedidos e/ou muito fortes, e não duram nada!

aromatizador

Então olhem só o que eu descobri! Dá pra fazer esses aromatizadores em casa mesmo, e sem gastar muito (o que é maravilhoso!)

Eis a receitinha:

1 frasco de vidro de 200 ml (você acha em casas especializadas em embalagens)

100 ml de água destilada

100 ml de álcool

30 gotas de óleo essencial (você encontra em casas especializadas em essências para perfumes artesanais)

Palitos de espetinho

Modo de fazer

Coloque o álcool no frasco e acrescente o óleo essencial e a água destilada, tampe o frasco e chacoalhe para misturar. Deixe repousar sem abrir o frasco por três dias. Depois, é só colocar os palitos dentro.

Prontinho! Casa deliciosamente aromatizada! E você ainda pode decorar o frasquinho para dar um “toque a mais” e deixá-lo personalizado, com a cara da sua casa!

Que tal??? Eu vou fazer o meu e depois eu conto!

Bjs

Sol Ferrari

ALECRIM BONZINHO!

Esta plantinha simpática, é originária da região do Mediterrâneo, e é uma das ervas mais completas em termos de benefícios à saúde. Devido às suas propriedades, o alecrim já se tornou frequente objeto de estudo de cientistas.

alecrim3

O Alecrim é muito utilizado como aromatizante de ambientes, por ter odor agradável, e realça os sabores de alimentos como assados, carnes, legumes, molhos e pães. A erva é considerada um excelente fitoterápico, por conter substâncias bioativas. As folhas secas ou frescas do alecrim são utilizadas para a preparação de chás e tinturas. As partes floridas são empregadas na produção de óleo essencial, Eis os 10 principais benefícios desta erva:

Por ser estimulante, o alecrim é indicado para controle da tosse e da gripe, além de combater crises de asma. As tosses acompanhadas de catarro também são eliminadas pelo alecrim devido à sua excelente ação expectorante;

A planta medicinal também é uma grande amiga para tratar a pressão alta, pois possui propriedades que ajudam a melhorar a circulação sanguínea;

Uma solução natural para aliviar as dores decorrentes do reumatismo é utilizar compressas de alecrim. Pode-se aplicar o alecrim in natura ou o óleo essencial. Também é eficaz no tratamento de entorses e contusões;

O alecrim é rico em minerais como potássio, cálcio, sódio, magnésio e fósforo. A ingestão dessas vitaminas e minerais favorece a perda de peso por ter ação diurética. O chá do alecrim é digestivo e sudorífero, o que alivia os sintomas da má digestão. Além disso, auxilia na limpeza do fígado;

O chá do alecrim facilita a menstruação e alivia as cólicas menstruais;

Doses diárias do chá ou da tintura de alecrim são indicadas para redução de gases intestinais, responsáveis pelo incômodo de muitas pessoas, por ter ação carminativa;

Conhecido por relaxar os nervos e acalmar os músculos, o alecrim aumenta o fluxo sanguíneo estimulando o cérebro e a memória. Por conter ácido carnósico, substância com propriedades antioxidantes essencial para o sistema nervoso, ajuda a lidar com situações de estresse. Muito indicado para situações de estafa mental;

Para o tratamento via oral de hemorroidas inflamadas, o consumo da tintura do alecrim, por dez dias, pode ser eficaz;

A tintura diluída em água serve para bochechos contra mau hálito, aftas, estomatites e gengivites;

Indicado como fortificante do couro cabeludo, como anticaspa e também contra a queda de cabelo.

Mas atenção! Há Contra-indicações:

O chá ou tintura deve ser evitado na gravidez ou lactação e em menores de 12 anos, prostáticos e pessoas com diarreia. A ingestão de doses elevadas provoca irritações gastrointestinais e nefrite. A essência de alecrim pode ser irritante para pele.

Nós temos alecrim aqui em casa. E você? O que está esperando pra ter a sua?!

Bjs

Sol Ferrari