Arquivo de Tag | alimentos

COLIKIDS: A solução para as cólicas do Lorenzo

Gente, ser mãe de primeira viagem, não é nada fácil! Quando se tem o primeiro filho, todo dia (e toda noite), é algo novo a descobrir (e a aprender). E junto com estas novidades, vem as dúvidas, os medos e as incertezas… e claro, o desespero (no meu caso).

E por ser inexperiente, ouvimos muitas dicas, opiniões, faz-não-faz, diz-que-me-diz… de muita, mas muuuita gente! Todos com a intenção de ajudar, claro! Mas tem horas em que nada, nada mesmo… ajuda… e muito menos resolve e você acaba quase perdendo as esperanças!

Estávamos indo muito bem na nossa missão de “pais” com o Lorenzo… Cuidar, dar carinho, amamentar, trocar fraldinhas, dar banho, fazer dormir… estava tudo uma delicia! Até aparecerem as temidas CÓLICAS e com ela… muuuuuuuuuito choro e noites em claro!!! Foi aí que o meu pesadelo começou e eu cheguei ao meu limite, precisando até tomar calmante, pois está pra nascer alguém que não suporta tanto, o choro de criança, seja ela qual for… como eu!!! E sempre admiti essa minha fraqueza, não tenho (não tinha) a mínima paciência com criança chorando… Foram semanas a fio, dia e noite… intermináveis dias de sofrimento!

Mas… desta vez era diferente… se tratava do MEU FILHO! Nenhuma mãe (mãe de verdade) aguenta ver seu filhote sofrendo de dor e sofre junto com ele né? Então, precisei “na marra”, descobrir onde se comprava essa tal de paciência… pois eu nunca tive, nem nunca precisei usá-la.

Bem, como não achei paciência pra vender em lugar nenhum, tive que recorrer a um pediatra. E lá estávamos, Igor, Lorenzo (aos prantos) e eu, as ONZE da noite, no pronto socorro 24 horas perto da minha casa! Graças a Deus, fomos atendidos pelo Dr. Jarbas, um excelente pediatra, que nos explicou com detalhes como funcionava o intestino de um bebê.

Foi então que aprendemos que, esta “bendita” cólica, ocorre entre os 3 ou 4 primeiros meses de vida do bebê, e que é absolutamente comum, pois 90% dos recém nascidos sofrem com cólicas, devido a imaturidade do aparelho digestivo deles, e não depende exclusivamente da alimentação das mães durante o período de amamentação, nem do uso do leite artificial, que é meu caso.

Trata-se da quantidade de leite que eles precisam ingerir para sustentar seu crescimento, que os bebês muitas vezes sofrem de indigestão e gases. Da mesma forma, o bebê pode engolir ar quando se alimenta ou quando tem um “ataque de choro” prolongado (e interminável… afffff!!!).

E QUAL FOI O MILAGRE PARA O FIM DAS CÓLICAS?!?

O milagre chama-se “COLIKIDS”, que este pediatra abençoado nos prescreveu – um suplemento probiótico a base de probióticos (lactobacilos). Contribui para uma flora intestinal saudável auxiliando no controle da bactérias presentes no intestino. 

COLIKIDS

COLIKIDS possui em sua composição o lactobacilos Reuteri DSM 17938, o qual é um dos poucos probióticos que reside no trato gastrointestinal de humanos, foi extensivamente estudado com a relação à saúde gastrointestina e passou por testes laboratoriais e estudos clínicos que garantem que esses probióticos cheguem viáveis ao intestino, ou seja, vivos e em quantidades suficientes para exercerem seus efeitos.

Testes laboratoriais demonstraram que os probióticos de COLIKIDS são resistentes à acidez do estômago, às enzimas e aos sais biliais intestinais, aderem adequadamente à célula da mucosa intestinal, inibem a proliferação de bactérias patogênicas e são resistentes à determinados antibióticos. Essas características permitem que os probióticos de COLIKIDS cheguem ao intestino e atuem de forma eficiente e segura.

COMO USAR:

Recomenda-se a utilização de 5 gotas ao dia de COLIKIDS, por 30 dias consecutivos, não devendo exceder este limite. A ingestão de 5 gotas de COLIKIDS fornece 108 UFC (100.000.000 de unidades formadoras de colônias) de lactobacilos Reuteri DSM 17938 vivos). Agite o produto antes de usar. Vire o produto como dispensador para baixo e as gotas se formarão. Aguarde a formação e queda das gotas em uma colher ou misture-as em leite ou em outro líquido em temperatura fria ou em ambiente. Não misture COLIKIDS em líquidos ou comidas quentes, pois poderá danificar os lactobacilos. Estudo demonstram que a utilização de COLIKIDS é segura para a população de adultos, idosos, e pediátrica.

Olha mamães, esta foi a solução para as cólicas fortes do Lorenzo, que agora consegue mamar tranquilo e dormir como um anjo a noite toda, sem crises. Não vou dizer que o remedinho CUROU as cólicas pois isso não existe. Elas aparecem, mas bem mais fracas, tão fracas que ele nem chora mais, só reclama. Daí fazemos “ginastiquinha” com ele e elas logo vão embora! Ah! e a terrível experiência com as cólicas do Lorenzo, me ensinou finalmente, a ter a dita cuja paciência. Pois nestas horas tudo que eles querem é o consolo, a calma e a serenidade da mamãe.

Se vocês estão sofrendo com as cólicas dos seus bebês, super recomendo este remedinho. Ele é meio caro (R$70,00), e o vidro é minúsculo, mas você só vai usar por 30 dias, é o suficiente. E não precisa de receita médica, viu?!?

Dúvidas, estou aqui!

Bjs

Sol Ferrari

 

Anúncios

COLOQUE “COR” NO SEU PRATO!

Gente! Vamos combinar: Quem é que não gosta de saborear um prato que, além de nutritivo e saboroso, é todo decorado, colorido e alegre?

prato1

 

Sim! as cores dos alimentos fazem bem aos olhos e à saúde, principalmente. A influência das cores dos alimentos em nosso organismo vai muito além da atração visual que elas provocam. Você sabia que, cada cor identifica um nutriente específico presente nos alimentos? É verdade!

Portanto, devemos consumir uma dieta bem variada e colorida, pois assim estaremos garantindo o consumo dos diversos nutrientes necessários para a manutenção da saúde do nosso organismo, visto que cada alimento contém nutrientes diferentes. Sendo assim, quanto maior a variedade e mais colorido for o seu prato, melhor!
A saúde agradece e a perda de peso também se torna mais fácil, quanto maior a variedade de cores mais nutrientes circulantes no organismo e o resultado é melhora geral no estado de saúde e evolução na diminuição das medidas e de quebra ainda lucramos com a melhora da pele, cabelos e unhas, neste caso, ao adotarmos uma alimentação variada e colorida a estética vem de graça…

prato2

Amarelos e alaranjados

São fontes de carotenóides que são precursores da vitamina A . Ricos também em vitamina C, que é um potente antioxidante, fundamental para a proteção das células. Ajudam a manter a saúde do coração, da visão e do sistema imunológico. São eles: abacaxi, abóbora, ameixa amarela, batata baroa, batata doce, caju, carambola, batata inglesa, caqui, cenoura, damasco, gengibre, laranja, mamão, manga, maracujá, mexerica, melão, moranga, milho, pêssego, pimentão amarelo, tangerina, sapoti, etc.

Vermelhos

Assim como os amarelos e alaranjados, os vermelhos também são fontes ricas em carotenóides (precursor da vitamina A). Também são ricos em licopeno,um antioxidante relacionado à prevenção do câncer de próstata. Favorecem a melhor circulação sanguínea, bom para o coração, olhos e pele. São eles: goiaba vermelha, acerola, melancia, morango, pêra vermelha, pimenta, pimentão vermelho, romã, rabanete, tomate, caqui, uva vermelha, ciriguela, cereja, framboesa, cebola vermelha, etc.

prato3
Roxos e azulados

Contém vitaminas do complexo B (niacina), minerais, potássio e vitamina C. Mantém a saúde da pele, nervos, rins e aparelho digestivo, retardam o envelhecimento (substancias antioxidantes).

São eles: berinjela, alcachofra, repolho roxo, jaboticaba, amora, ameixa preta, almeirão roxo, alface roxa, azeitona preta, beterraba, figo roxo, batata roxa, uva roxa, jamelão, alho roxo.

Verdes

Ricos em ferro, cálcio, fósforo, vitamina A e clorofila. Promovem o crescimento, ajudam na coagulação sanguínea, evitam a fadiga mental, auxiliam na produção de glóbulos vermelhos do sangue. São eles: couve, abobrinha verde, pimentão verde, abacate, azeitona, cebolinha, brócolis, alface, acelga, almeirão, jiló, chuchu, ervilha, limão, kiwi, quiabo, pepino, salsa, uva verde, vagem, mostarda, etc.

Marrons

São ricos em vitaminas do complexo B, vitamina E e fibras. Melhoram o funcionamento do intestino, estão relacionados a prevenção de doenças como o câncer e obesidade. São ricos em antioxidante, regulam os níveis de lipídios sanguíneos. São eles: aveia, castanhas, nozes, cereais integrais, dentre outros.

prato4

Brancos

Ricos em vitaminas do complexo B e flavonóides, atuam na proteção das células. Estão relacionados a produção de energia no organismo e no bom funcionamento do sistema nervoso. São eles: couve-flor, cebola, graviola, cogumelo, nabo, pêra, batata baroa, cará, aipim, alho, aspargo, banana, cará, inhame, etc.

 

 

 

 

Lembre-se: Comer, inclui todos os sentidos, não somente o paladar!

Bjs

Sol Ferrari (Futura mamãe do Lorenzo)

gravida

COMO APROVEITAR O MÁXIMO DOS ALIMENTOS

Bom dia e boa semana a todos vcs, queridos companheiros de todos os dias (ou quase todos… rsrsrs)

Espero que todos tenham votado consciente ontem, pois nosso voto faz (ou pelo menos deveria fazer) muito peso no futuro do nosso país e da nossa vida.

Em tempos de recessão que estamos vivendo, a palavra chave para não sofrer as consequeências, ou pelo menos evitar ao máximo, chama-se Economia. E ela deve começar desde dentro da sua casa e o primeiro passo pode ser dado na cozinha! Isso mesmo. Você não faz idéia das inúmeras possibilidades de economia e reaproveitamento que podemos obter a partir da nossa despensa, da nossa geladeira.

Busquei algumas dicas na net para que vocês possam aprender e desde já ir praticando. A saúde (e o bolso) agradecem!

alimentos3

Quando estão na época, ou seja, no período da safra, frutas, legumes e verduras não são apenas mais saborosos e bonitos: também custam muito mais barato.
Acostuma-se a comprar ingredientes nos meses em que a produção é mais farta para poder escolher à vontade e pagar menos.
Mas de nada adianta ir à feira ou ao mercado e garantir os melhores produtos se, ao chegar em casa, você não guardar tudo corretamente.
Sim, o lugar que cada alimento ocupa na geladeira e no armário é fundamental para conservá-lo da melhor maneira, evitando que estraguem rapidamente.

Na geladeira

  • Na porta, mantenha água, sucos, geleias, conservas e condimentos.
  • Preste atenção: embora muitas geladeiras exibam compartimentos próprios para ovos na porta, o lugar ideal para guardá-lo é nas prateleiras, em embalagem de plástico, para evitar que o constante abre e fechea provoque alterações na temperatura e o consequente crescimento de micro-organismos prejudiciais à saúde.
  • Na gaveta superior, mantenha manteiga, queijos e carnes embaladas em sacos plásticos.
  • Na prateleira de cima, leite, iogurte e outros laticínios, maionese e demais produtos de uso diário.
  • Nas prateleiras do meio ficam alimentos prontos (sobras do almoço ou do jantar), bolos e pães.
  • Na gaveta inferior, guarde frutas, legumes e verduras.
  • Mantenha tudo em potes ou embalagem tampadas, para diminuir o risco de contaminação cruzada (quando micro-organismos de um alimento, ou até mesmo do ar, passam para outros).
  • Se você abriu uma lata e houve sobra do alimento, transfira o conteúdo para uma vasilha de plástico ou vidro com tampa, e guarde no refrigerador cobero com o próprio líquido da embalagem original.
  • Antes de guardar as verduras, lave e higienize com um produto adequado ou com água sanitária (na proporção de 1 colher de sopa para cada litro de água).
  • Seque bem as folhas e coloque em recipientes fechados.
  • Não abarrote a geladeira: é preciso que o ar refrigerado tenha espaço para circular.

 

alimentos1

Na despensa

  • Armazene os produtos em armários arejados, sem incidência direta da luz solar.
  • Limpe as prateleiras com frequência.
  • Organize os itens por “gênero”: ingredientes para o café da manhã; enlatados; biscoitos; massas; grãos; temperos (óleo, azeite, vinagre).
  • Coloque embalagem mais “novas”, com maior prazo de validade, atrás das que foram compradas há mais tempo.
  • Assim você deixa à mão o que vence primeiro.
  • Lave as embalagens, latas, caixas do tipo longa vida, vidros de conserva etc…antes de abrir.
  • Se possível, transfira o conteúdo das embalagens abertas para potes de vidro ou de plástico, com tampa de fecho hermético.
  • Identifique com uma etiqueta e anote também a data de validade dos produtos.
  • Jamais guarde produtos de limpeza perto dos alimentos.

alimentos2

Melhor época
Frutas

Janeiro: abacate, abacaxi, carambola, cupuaçu, figo, fruta do conde, goiaba, graviola, jaca, laranja pera, limão taiti, mamão formosa, manga, maracujá doce, marmelo, pinha (fruta do conde), pitaia, sapoti.
Fevereiro: abacate, carambola, figo, goiaba, laranja pera, limão taiti, maçã, mamão formosa, manga, melancia, pera, pinha (fruta do conde), pitaia, seriguela, uva rubi.
Março: abacate, banana maçã, banana nanica, caqui, cidra, figo, goiaba, kiwi, laranja pera, limão taiti, maçã, mamão formosa, pera, tamarindo, tangerina cravo, uva rubi.
Abril: abacate, atemoia, banana maçã, banana nanica, caqui, figo, graviola, kiwi, lima da pérsia, limão taiti, maçã, mamão formosa, maracujá doce, pitaia, tangerina cravo, uva rubi.
Maio: abacate, atemoia, banana maçã, banana nanica, caqui, carambola, graviola, kiwi, laranja baía, lima da pérsia, maçã, mamão formosa, tangerina cravo, tangerina poncã.
Junho: abacate, atemoia, carambola, cupuaçu, kinkan, kiwi, laranja baía, mexerica, tangerina poncã.
Julho: abacate, atemoia, carambola, cupuaçu, kinkan, laranja baía, laranja lima, maracujá doce, mexerica, morango, tangerina poncã.
Agosto: abacate, atemoia, carambola, kinkan, laranja baía, laranja lima, laranja pera, lima da pérsia, maçã, mamão formosa, maracujá azedo, maracujá doce, mexerica, morango, sapoti, tangerina morgote.
Setembro: abacate, acerola, banana maçã, banana prata, caju, graviola, jabuticaba, laranja lima, laranja pera, maã, mamão formosa, maracujá azedo, mexerica, nêspera, sapoti, tamarindo, tangerina morgote.
Outubro: abacate, acerola, banana prata, caju, laranja lima, laranja pera, lima da pérsia, maçã, manga, maracujá azedo, nectarina, nêspera, nozes, physalis, tangerina morgote, uva thompson
Novembro: abacate, abacaxi, acerola, amêndoa, amora, avelã, banana prata, castanha, coco verde, graviola, jaca, laranja pera, lima da pérsia, maçã, manga, melão, nectarina, nozes, sapoti, tangerina morgote, uva thompson.
Dezembro: abacaxi, acerola, ameixa, amêndoa, amora, castanha, cereja, coco verde, damasco, figo, framboesa, grapefruit, graviola, laranja pera, lichia, limão taiti, maçã, manga, maracujá doce, melancia, melão, nectarina, nozes, pêssego, physalis, romã, tâmara, uva itália, uva niágara, uva rubi.

alimentos4

Legumes, verduras e ervas

Janeiro: abobrinha brasileira, alface, berinjela japonesa, jiló, pimenta cambuci, pimentão, quiabo, salsinha, tomate.
Fevereiro: abóbora d’água, abóbora seca, abobrinha brasileira, alface, berinjela japonesa, chicória, pimenta cambuci, pimenta vermelha, quiabo, tomate.
Março: abóbora d’água, abóbora japonesa, abóbora seca, abobrinha brasileira, acelga, alface, almeirão, batata doce, berinjela japonesa, catalonha, chicória, escarola, espinafre, louro, mostarda, nabo, orégano, pepino, pimenta cambuci, pimenta vermelha, repolho, rúcula, salsinha.
Abril: abóbora d’água, abóbora japonesa, abóbora seca, abobrinha brasileira, acelga, batata doce, berinjela japonesa, cará, chicória, chuchu, jiló, mandioca, nabo, pepino, repolho, rúcula, salsinha, tomate.
Maio: abóbora japonesa, abóbora seca, abobrinha brasileira, agrião, batata doce, cará, chicória, chuchu, ervilha torta, espinafre, inhame, jiló, louro, mandioca, mandioquinha, mostarda, nabo, rabanete, repolho, salsinha.
Junho: abóbora japonesa, abóbora paulista, abóbora seca, abobrinha brasileira, agrião, batata doce, cará, ervilha torta, espinafre, gengibre, inhame, louro, mandioca, mandioquinha, milho verde, pinhão, rabanete, salsinha.
Julho: abóbora japonesa, agrião, batata doce, brócolis, cará, couve, couve flor, ervilha, ervilha torta, hortelã, inhame, louro, mandioca, mandioquinha, mostarda, nabo, rabanete.
Agosto: abóbora japonesa, abobrinha brasileira, abobrinha italiana , agrião, batata doce, beterraba, brócolis, cará, catalonha, cenoura, coentro, couve, couve de bruxelas, couve flor, erva doce, ervilha, ervilha torta, espinafre, hortelã, inhame, louro, mandioca, mandioquinha, mostarda, orégano, rabanete, repolho.
Setembro: abóbora paulista, abobrinha italiana, agrião, alcachofra, almeirão, aspargo, beterraba, brócolis, cará, catalonha, cenoura, chuchu, coentro, couve, couve de bruxelas, couve flor, erva doce, ervilha, ervilha torta, espinafre, folha de uva, hortelã, inhame, jiló, louro, mandioca, mostarda, palmito, rabanete.
Outubro: abóbora japonesa, abobrinha italiana, agrião, alcachofra, almeirão, beterraba, brócolis, cará, catalonha, cenoura, chuchu, couve de bruxelas, couve flor, erva doce, ervilha torta, espinafre, fava, folha de uva, inhame, louro, manjericão, maxixe, mostarda, nabo, pepino japonês, rabanete, rúcula, tomate caqui.
Novembro: abobrinha italiana, almeirão, aspargo, berinjela, berinjela japonesa, beterraba, brócolis, cenoura, couve de bruxelas, erva doce, espinafre, folha de uva, hortelã, manjericão, maxixe, mostarda, nabo, palmito, pepino japonês, rabanete, tomate caqui.
Dezembro: alho poró, aspargo, berinjela japonesa, brócolis, cebolinha, cenoura, coentro, cogumelo, couve de bruxelas, endívia, erva doce, folha de uva, hortelã, manjericão, maxixe, mostarda, nabo, palmito, pepino japonês, pimentão, rabanete, salsinha, salsão, tomate, tomate caqui, vagem.

PESCADOS

Pescados

Janeiro: bonito, cambeva, carapau, pescada amarela.
Fevereiro: abótea, bacalhau, cambeva, carapau, manjuba, olho de boi, oveva, peixe espada, pintado, robalo, siri, truta, xaréu.
Março: abrótea, berbigão, cação, cambeva, caranguejo, carapau, cascote, cavalinha, corvina, curimbatá, gordinho, guaivira, lambari, lula, mandi, merluza, mexilhão, namorado, pacu, pargo, peixe espada, pescada, pintado, piranha, robalo, sardinha, siri, tilápia.
Abril: badejo, cação, cambeva, cavalinha, curimbatá, garoupa, gordinho, lambari, lula, merluza, namorado, oveva, pacu, peixe galo, pescada, piranha, sardinha.
Maio: berbigão, cambeva, lambari, mandi, meca, namorado, piranha.
Junho: camarão sete barbas, lambari, mandi, meca, mexilhão, porquinho, sororoca, tainha, xaréu.
Julho: anchova, berbigão, camarão sete barbas, mandi, ostra, pargo, sororoca, trilha.
Agosto: bagre, berbigão, camarão sete barbas, cascote, jundiá, mandi, meca, merluza, porquinho, sardinha, sororoca, trilha, tucunaré.
Setembro: berbigão, camarão sete barbas, cascote, jundiá, lambari, linguado, mandi, merluza, namorado, olhete, pintado, sardinha, traíra, tucunaré.
Outubro: bagre, betarra, camarão sete barbas, cambeva, cascote, dourado, lambari, mandi, manjuba, meca, merluza, mexilhão, namorado, olhete, pintado, sardinha.
Novembro: bagre, barbigão, betarra, bonito, carapau, dourado, gordinho, manjuba, namorado, olhete, pescada, salmão, siri.
Dezembro: agulhão, atum, bagre, bonito, cambeva, carapau, dourado, guaivira, manjuba, polvo, salmão.

Bjs

Sol Ferrari

gravida

ALIMENTOS QUE AJUDAM A DESINCHAR

retenção de líquido pelo corpo pode ser causada por diversos motivos, como problemas renais, cardíacos e doenças da tireoide. Mas, muitas vezes, a má alimentação é a principal responsável pelo inchaço no corpo.

consumo excessivo de sódio, vulgo “sal” (já falei dele AQUI) é o grande vilão da história. Cada grama do elemento, que leva até três dias para ser eliminado do corpo, pode reter até 200 mililitros de água no organismo. Para eliminar o sódio é preciso estimular o funcionamento dos rins bebendo muita água e se alimentando de maneira correta.

Conheça alguns alimentos que ajudam nesse processo

Alface

ALFACE

A clorofila e flavonoides contidos na alface ajudam a diminuir o excesso de líquido no corpo.

Abacaxi

acabaxi

O abacaxi é rico em bromelina, uma substância diurética que auxilia no funcionamento dos rins e, por tanto, na eliminação de sódio e líquidos retidos.

Kiwi

KIWI

Rico em clorofila e minerais como cálcio, magnésio e potássio, o kiwi faz uma limpa no organismo e diminuem o inchaço.

Melancia

melancia

Rica em água, a melancia ajuda a diluir o sódio que temos no corpo. Isso faz com que o rim consiga expulsar o mineral mais rapidamente do organismo.

Alecrim

alecrim2

Os compostos fenólicos existente em algumas ervas, como o alecrim, também são aliados na batalha contra o inchaço.

Todos estes alimentos, além de muito eficazes, ainda são refrescantes, o que vem bem a calhar nestes dias em que nosso Astro Rei resolveu mostrar quem manda por aqui, não é?

Bjs a todos!

meuavatarassinatura

SEMANA DA SAÚDE: Abacate

Muito bom dia a todos os seguidores do Blog Meu Relicário!

BOM DIA
Minha semana começou na “ressaca” depois do maravilhoso final de semana com a casa cheia de amigos especiais e primos queridos! Por isso não estive por aqui ontem.

E conforme prometi na sexta feira, esta semana irei falar de saúde, mais precisamente sobre Medicina Alternativa, da qual eu sou adepta. Todos os dias até sábado, irei falar sobre 2 alimentos poderosos que podem tratar e até curar doenças.

O primeiro alimento de hoje será o ABACATE:
abacate
Propriedades: Rica em carboidratos e proteínas, esta fruta originária da América tropical é uma excelente fonte de energia, sendo recomendada, inclusive, para pessoas desnutridas. O abacate possui alta concentração de gorduras monoinsaturadas, capazes de reduzir os níveis sanguineos do LDL (colesterol ruim). Já a vitamina E, presente em grande quantidade no abacate, ajuda a recuperar cabelos quebradiços e peles secas (falo sobre máscara de abacate e outras frutas AQUI).

Suas folhas, consumidas como chá, são digestivas e tem ação diurética. Frescas, podem ser mastigadas para curar afecções na boca e fortificar os dentes. Até o caroço possui propriedades terapêuticas: torrado e moído, é eficaz na diarréia e disenteria.

Ele é uma fruta bem calórica: Tem 162 Kcal por 100g (metade de um abacate pequeno).

RECEITA CASEIRA DE CREME DE ABACATE PARA CABELOS SECOS:
01 abacate em fatias
01 clara de ovo
01 copo de água

Bata o abacate e a clara de ovo no liquidificador com um copo de água até a mistura ficar homogênea. Aplique nos cabelos já lavados, e deixe agir por 20 minutos com touca térmica de preferência. Depois é só enxaguar bem e lavar novamente com seu shampoo habitual.

Detalhe: Seu cabelo não ficará “fedendo” ovo… eu fiz e o resultado é maravilhoso! Podem confiar!

Bjs

Sol Ferrari