Musicalize seu bebê!!!

Bom dia pessoal! Como estão todos vocês?

Ando meio ausente do blog, eu sei (beeem ausente rsrs)… mas é por uma justa causa. Estou dedicando meu tempo, quase que 100%, ao meu filhote Lorenzo, que já está com 1 ano e 8 meses… é… o tempo passa não é mesmo? Parece que foi ontem que anunciei a vocês a minha gravidez.

Pois então… falando nele… quero abordar um assunto delicioso e que bebês adoram… desde antes do nascimento: MUSICA! Desde que me conheço por gente, gosto de música, e de atividades de musicalização em geral. Meu falecido tio Padre Jandir Luiz Ferrari, era multi-instrumentista, cantor e compositor, e minha tia Lussimar Helena Ferrari, até hoje toca piano e violão. E meu primo Giovanni, filho dela, toca acordeon e sabe mais o que… com apenas 18/20 anos!

Eu também tenho muita aptidão para música. Fui professora de violão para crianças por 3 anos… fiz aulas de canto e até já cantei para mais de 1200 pessoas, acompanhando o talentíssimo cantor e compositor Clodoyr Gonçalves no Festival de Etnias do Teatro Guaíra, em 2008.

Como a vocação é algo genético, não precisei ensinar o Lorenzo a gostar de música. Desde muito pequeno ele já apresentava gosto por sons, e hoje ele mesmo monta seus instrumentos musicais com o que encontra pelo chão. E junto com a mamãe, faz um estardalhaço em casa batucando e cantarolando rsrsrs!

Além de estimular sua coordenação motora e sua criatividade, estas atividades também o acalmam muito, pois ele canaliza toda a sua energia através dessa brincadeira. Por isso vou passar algumas dicas para as mamães que ainda não descobriram como aproveitar a energia inesgotável de seus bebês.

 

Vamos lá?

musica1

O envolvimento de crianças com o universo sonoro começa antes do nascimento, pois na fase intra-uterina o bebê já convive com alguns sons provocados pelo corpo da mãe, como o coração batendo, a respiração e o sangue fluindo nas veias. Após o nascimento, o bebê faz interações com diversos sons do cotidiano, como TV, automóveis, voz de pessoas, música, sons de animais; e assim desenvolve seu repertório de comunicação.

A música tem importante papel na formação da criança, uma vez que, além de adquirir sensibilidade aos sons, ela desenvolve diversas qualidades, como concentração, coordenação motora, socialização, respeito a si e ao grupo, disciplina e outras características que colaboram na formação do indivíduo.

Muitos estudos confirmam esses benefícios adquiridos com a musicalização na infância. Vale destacar Andrzes Janicki, médico polonês especializado em musicoterapia, que realizou experiências nesse campo e concluiu que a música influencia nas funções de numerosos órgãos internos, na função psíquica e na memória. Tais influências se revelam diretamente no ritmo cardíaco, pressão arterial, secreção do suco gástrico e no metabolismo. O que significa que quem tem contato com a música, por diversas formas, pode sofrer menos com stress e com o medo, problemas considerados como “doenças da modernidade”.

musica2
A musicalização é aconselhada por especialistas desde a infância, por volta dos oito meses de vida. Em todos os momentos de uma aula de música, há espaço para o exercício sensível e cognitivo. Com um trabalho de sonorização de estórias, invenção de composições, brincadeiras, jogos de improvisação, elaboração de arranjos, audições, cantorias, desenhos de partituras, construção de instrumentos, os bebês percebem e entendem os sons e o silêncio. Aprender a escutar com concentração é uma tarefa difícil, mas, com a música, bebês e crianças compreendem o momento de falar e de ouvir. Isso denota respeito e obediência.

Algumas pessoas ainda têm uma visão errônea sobre a musicalização. Para muitos pais, a música é entendida como algo pronto. Muitas escolas não ensinam música, na verdade ensaiam coreografias para a festa junina, ou para o dia das mães, ou para o Natal. Esse tipo de atividade não abrange possibilidades de desenvolver, por exemplo, a expressão vocal, corporal ou instrumental; ou, ainda, outros aspectos, como pesquisa, criação, escuta, senso crítico, gosto musical, justamente o que trará os benefícios para as crianças.

Quando os bebês ou crianças participam da aula de música e, por exemplo, têm que trocar os instrumentos, estão aprendendo a dividir. Em uma aula de improvisação sonora, lidam com situações inusitadas; ou quando tocam em conjunto, entendem que cada um tem a sua vez de participar e ser ouvido. Com a música, bebês, desde a idade de oito meses, até as crianças maiores aprendem a lidar com os enfrentamentos de uma convivência em sociedade, além de trabalhar com os sentidos da audição, visão e tato e receber estímulos para aprender a falar mais rápido, sem timidez e com maior vocabulário. O conjunto dessas características traz benefícios que vão acompanhá-los até a fase adulta.

Então você se pergunta? Como posso ensinar musicalização para meu bebê, se ninguém em casa toca nenhum instrumento musical? Não precisa, mamãe! Música se cria com a alma, com o coração e claro, com muita imaginação. Apresente á ele uma lata de leite vazia, um balde de plástico, uma tampa de panela e uma colher de pau ou de metal… e pronto! Vocês dois acabam de criar uma bateria! Um potinho vazio de leite fermentado, como o Yakult, por exemplo, mais alguns grãos de arroz dentro, bem lacrado com uma fita adesiva (não queremos causar acidentes!)… e vocês criam um incrivel chocalho!!! Um violãozinho de plástico da Casa China vai virar uma guitarra na mão do seu bebê!!! Estimule-o a tocar, a fazer barulho… barulho de verdade!!! Cante com ele, dance ao som das musicas dele, marchem pela casa batendo panelas… Tenha certeza de que seu filho irá adorar e você jamais irá esquecer estes momentos.

Deixo aqui uma sugestão de aprendizado muito bacana para iniciar seu filho no mundo da música e das artes. É um trabalho muito bonito, feito pelo Grupo Triii ( com 3 i’s 🙂 ). Esse grupo trabalha muito a musicalização e auxilia na coordenação motora, psiquica e no desenvolvimento social das crianças. Eles são um braço da dupla Palavra Cantada, que também é maravilhosa, e o Lorenzo curte desde seus primeiros dias de vida.

Clique no link a seguir, e inspire-se:

Sítio da Lili – Grupo Triii

Não precisa ser músico ou artista para trazer ao seu filho, o gosto pela música e pela arte. Basta ter a mente aberta e usar muita criatividade. E se acha que não tem criatividade, não se preocupe, seu filho terá! 🙂

Boa sorte queridas mamães. Depois me contem  aqui nos comentários, qual foi o instrumento musical que você e seu filho criaram… e quem sabe formamos uma Baby Band!

Beijos…

Sol Ferrari

lorenzotocandoviolao

Meu Lorenzo, com 1 ano e 3 meses, fazendo seu show!

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Musicalize seu bebê!!!

  1. Sol que lindo! Seu filho é uma graça! Desejo tudo de melhor para você e sua família. Imagino seu Lorenzo famoso guitarrista ou baterista de uma banda de rock no futuro! Saudades de vc minha loira! Parabéns pelo blog. Lindo e completo. Bjs

O que você achou deste artigo? Comenta aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s