AS FRITURAS E NOSSA SAÚDE

Quem resiste a um hambúrguer apetitoso acompanhado de batata frita e refrigerante? (adooooro!)

hamburger

Ou ainda… um salgadinho de festa de criança… (deu água na boca só de olhar esta imagem):

salgadinhos

Ou até mesmo um delicioso bife na frigideira com bastante cebola!!! hummmm…

bife acebolado

Pois é! Estes vilões disfarçados de bonzinhos e deliciosos, podem fazer muito mal à nossa saúde com o passar dos anos, infelizmente. Tudo por que o excesso de fritura na alimentação aumenta a chance do surgimento de doenças cardiovasculares, pois quando o óleo é submetido a altas temperaturas, transforma-se em uma gordura maléfica para a saúde, entupindo as artérias e causando sérios danos. Então, para garantir nossa longevidade e qualidade de vida é necessário evitarmos ao máximo consumir frituras.

O ideal é evitar ao máximo esses alimentos que necessitam da fritura em seu modo de preparo, pois o consumo da mesma pode causar diversos problemas relacionados à saúde. Dê preferência aos alimentos assados, grelhados e preparados no vapor.

Os principais problemas relacionados com estes tipos de gorduras encontradas na fritura, quando consumidos em excesso, são: doenças cardiovasculares, aumento da pressão arterial, desenvolvimento de câncer, redução do crescimento, má absorção de nutrientes, diminuição da fertilidade, entre outras.

A fritura deixa o alimento consumido com uma característica inflamatória que pode estimular o acúmulo de gordura abdominal e também levar à resistência a insulina, o que desencadeia cansaço, mal-estar, dores de cabeça e falta de energia. Mesmo que se utilize óleo de boa qualidade para fritar os alimentos ele pode ser prejudicial à saúde. O processo de fritura faz alterações químicas no óleo, que o transforma em gordura saturada, causadora de diversas doenças. Se você vai fritar a comida é indicado usar óleos de soja, canola, milho e girassol. O azeite de oliva, apesar de mais indicado para temperar salada e outros alimentos, não é bom para ser aquecido, porque oxida rapidamente.

Depois do preparo do alimento, jamais guarde o óleo na própria frigideira dentro do forno para reutilizar depois. Segundo especialistas, o ideal é usar o produto, esperar esfriar, filtrar e colocar em um recipiente, como uma garrafa PET, para encaminhá-lo a um ponto de reciclagem.

Grelhados:

grelhados

Uma opção para livrar-se dos males das frituras é substituí-las pelos grelhados. Peixe, frango e cortes mais finos de carne são indicados para a grelha, pois são de cozimento rápido. Assim, os nutrientes dos alimentos são preservados, o que não acontece com as frituras. Mas não é preciso riscar de vez do cardápio a fritura. É permitido consumir esses alimentos, mas com cautela.
As comidas fritas podem fazer parte do cardápio até uma vez por semana e você deve optar por somente um tipo. Ou seja, se quiser manter a saúde, é bom evitar a famosa combinação bife com batatas fritas… snif! 😦

Bjs

meuavatarassinatura

Anúncios

O que você achou deste artigo? Comenta aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s