COMER PIMENTA EMAGRECE!

Como toda boa descendente de italianos, eu já sou meio “apimentada” de nascença (pra não dizer ardida kkk), mas aprendi a apreciar o sabor picante das pimentas a pouco tempo atrás, e percebi que me dei muito bem com elas (será mera coincidência???)

Portanto, resolvi pesquisar sobre alguns tipos de pimenta e seus atributos… e descobri uma ótima notícia: as pimentas além de temperar pratos, auxilia na perda de peso e  ajuda nossa saúde.

 

pimentas

Vamos emagrecer comendo pimentas!

Cientistas comprovaram que a a substância “capsaicina”, sabor ardido presente nas pimentas, promove a eliminação da gordura acumulada no nosso corpo. Mas não é só isso, elas promovem a sensação de saciedade e previnem o envelhecimento precoce… adorei!!!

Pimenta emagrece porque acaba com a fome. Isso acontece porque a pimenta estimula o sistema nervoso a liberar duas substâncias, a noradrenalina e a adrenalina, que atuam na diminuição do apetite. Além do que, ela ativa a “colecistoquinina” (que palavrão!), um hormônio importante que também está relacionada à saciedade. Portanto, se comer pimenta em uma refeição, sua fome demorará mais tempo para aparecer. E, ao se sentir satisfeita, você vai ingerir menos calorias e, portanto, perderá peso! Isso não é um espetáculo?!?

Pimenta elimina as gorduras, pois a capsaicina utiliza a gordura acumulada para gerar a energia necessária para eliminá-las.

Pimenta tem ação termogênica, ou seja, aumenta a temperatura do corpo e acelera o metabolismo, queimando mais calorias do que o normal.

Podemos manter nosso peso comendo pimenta! Quanto mais picante, mais poderosa ela é. Podemos usar quase todos os tipos de pimenta, exceto a pimenta do reino que pode causar gastrite e úlcera se consumida em excesso. E a mais indicada para a perda de peso, é a pimenta vermelha. Algumas delas você só encontra no Mercado Municipal, mas vale a pena ter em casa.

Conheça algumas pimentas que talvez você não tenha experimentado ainda… pois vale a pena!

 

1. Pimenta Bhut Jolokia

pimenta 1
A pimenta mais forte do mundo, segundo o Guiness Book. Ela atinge o grau máximo na escala que mede a ardência das pimentas. É altamente recomendável que se use luvas no manuseio desta pimenta.

 

2. Pimenta Americana ou Doce 

pimenta 2
Apresenta frutos alongados de cor verde intenso e brilhante. É uma pimenta de baixo aroma e pungência doce, utilizada no preparo de vários pratos da comida brasileira, muitas vezes substituindo o pimentão.

 3. Pimenta Branca  

pimenta 3

A pimenta branca é a pimenta do reino madura e seca que é descascada. Bem menos picante do que a pimenta preta é encontrada em pó ou em sementes. É utilizada em maioneses, peixes, molhos brancos, sopas claras e no tempero de saladas, mas deve se ter cautela na ingestão, principalmente para quem tem problemas gástricos e digestivos.

 

 4. Pimenta Cambuci ou Chapéu-de-Frade 

pimenta 4

Apresenta frutos verdes (imaturos) e vermelhos (maduros) na forma de sininhos (muito linda). De pungência doce e aroma baixo é utilizada em saladas e cozidos.

 

5. Pimenta Chili 

pimenta 5
Proveniente do México, é uma pimenta extremamente picante, utilizada no preparo de pratos mexicanos e italianos. Ideal para sopas, cremes, molhos cremosos e de tomate, frutos do mar, carnes, aves, vegetais e coquetéis. Essa é das bravas!

 

6. Pimenta Cumari 

pimenta 6
É uma pimenta pequeninha, muito picante, ligeiramente amarga e baixo aroma. Nativa da mata brasileira, apresenta frutos arredondados, verde (imaturos) e vermelho (maduros). Encontra-se fresca ou em conserva.

 

 7. Pimenta Dedo-de-Moça

pimenta 7

Apresenta frutos alongados de coloração verde (imaturo) e vermelho (maduro), pugência picante baixo e aroma baixo. Mais suave que a malagueta e ligeiramente mais picante que a jalapeno, é uma pimenta saborosa que pode ser encontrada líquida, fresca, em conserva ou desidratada na forma de flocos com sementes, daí o nome de pimenta calabresa. É muito utilizada em molhos e uma grande variedade de pratos.

 

8. Pimenta Habanero

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA
Originária do Caribe e da Costa Norte do México, foi a primeira pimenta a ser cultivada pelos Maias. É utilizada fresca, seca ou em molhos. Tem um sabor muito forte que persiste na boca. As suas cores variam entre amarelo, laranja e vermelho.

 

9. Pimenta Jalapeno

pimenta 9

A preferida do Igor!

Originária do México, apresenta frutos cônicos de coloração verde claro a verde escuro quando imaturos e vermelho quando maduros. É consumida fresca, processada na forma de molho líquido, conservas, desidratada ou em pó. Bastante popular no México e Estados Unidos seu nome é uma homenagem à cidade de Jalapa, capital de Vera Cruz, no México. É utilizada em vários molhos para tacos, burritos e quando seca e defumada, é conhecida como chipotle.

 10. Pimenta Malagueta 

pimenta 10

Apresenta variedades com pugência de médio a alto e baixo aroma e frutos alongados verde (imaturos) e vermelho (maduros). É muito utilizada em molhos de pimentas, conservas, como condimento no preparo de peixes, carnes, em feijoadas e no acarajé.

 

11. Pimenta-da-Jamaica 

pimenta 11
Semente aromática, nativa das Américas e do Oriente que se encontra em pó ou grãos. É pouco picante e ligeiramente adocicada. De coloração marrom, possui sabor e perfume que evocam a noz-moscada, o cravo e a canela. É utilizada em conservas de legumes, carnes de caça, frutos do mar, alguns patês, doces, tortas e pudins.

 

 12. Pimenta-de-Bode 

pimenta 12

Apresenta frutos verdes (imaturos), amarelo ou vermelho (maduros), arredondados ou achatados, tipo pitanga. Sua pugência é alta e seu aroma também. É utilizada como condimento no preparo de carnes, arroz, feijão, pamonha salgada e até em biscoitos de polvilho e quando maduros, principalmente em conservas.

 

13. Pimenta-de-Cheiro 

pimenta 13
Apresenta frutos alongado, arredondado, triangular, campanulado e retangular. Seus frutos quando maduros variam desde o amarelo-leitoso, amarelo-forte, alaranjado, salmão, vermelho até preto quando maduros. Existem variedades com pugência doce, picante baixo e até picante alto. Seu aroma é alto, sendo bastante utilizada em saladas, como condimento para carnes, principalmente peixes.  Pimenta típica da culinária baiana e nordestina, sua presença é obrigatória em pratos como o xinxim de galinha e os bobós.

 

14. Pimenta-do-Reino

pimenta 14
A pimenta do reino é uma das especiarias mais antigas e mais utilizadas no mundo. Pequena e de formato arredondado, tem um sabor forte e levemente picante. Originária das florestas equatoriais da Ásia, principalmente Índia, apresenta coloração verde (imaturas) e vermelha (maduras). Seca ou conservada em salmoura, mantém a cor original dependendo do seu estágio de a madurecimento. Quando fervidas e depois secas, tornam-se negras e por isso são também conhecidas como pimenta preta. Também deve se ter cautela na ingestão, principalmente para quem tem problemas gástricos e digestivos.

 

15. Pimenta-do-Reino Verde

pimenta 15

É a pimenta do reino colhida em seu estagio inicial de desenvolvimento, quando ainda está verde. E utilizada em pratos como o steak de filé mignon com poivre vert (pimenta verde em francês).

 16. Tabasco 

pimenta 16

Originária do Chile, é encontrada também na Louisiana, onde existe uma grande companhia de pimentas que leva seu nome e a tornou famosa. É uma pimenta saborosa e bastante picante.

 

17. Pimenta síria (Bhar)

pimenta 17

A pimenta síria é uma mistura de pimenta-da-jamaica, pimenta-do-reino, canela, cravo da índia e noz-moscada, muito utilizada no preparo de pratos árabes. Utilizada na preparação de pratos árabes como kibe cru, frito ou de bandeja, carnes, aves e recheio para esfiha.

 

18. Pimenta Biquinho

pimenta 18
É uma pimenta vermelha, arrendondada e com a ponta em formato de bico. Essa planta é arbustiva e tem seu cultivo principalmente na região do Triângulo Mineiro, em Minas Gerais, sendo muito consumida na forma de conserva, devido ao seu sabor suave.

 

19. Pimenta Caiena

pimenta 19
O fruto dessa pimenta é alongado e sua coloração pode ser verde ou vermelha. Essa pimenta está entre os tipos mais fortes e é muito empregada na culinária mexicana. Ela pode ser consumida in natura, mas geralmente, é utilizada na forma desidratada ou em pó.

* Pungência: Ardência; dor; desconforto

E aí queridos, gostaram da matéria?

Conhecem alguma outra pimenta que eu não citei aqui?

Contem pra gente… vou adorar a participação de todos!

Bjs

Sol Ferrari

Anúncios

4 pensamentos sobre “COMER PIMENTA EMAGRECE!

  1. Foi ótima esta matérias sobre pimentas??/
    Gosto muito, e acho que dão um sabor todo especial a comida.
    Ressalta o gosto.
    Parabéns amiga !!!!

    • Oi Rosemary… tudo bem? Eu tbm aprendi a gostar de pimentas! Elas fazem o diferencial na comida né?
      Fiquei muito feliz em saber que vc continua nos seguindo e mais feliz ainda por saber que estamos te agradando com as matérias.
      Não suma! Apareça sempre que quiser.
      Bjs

  2. Ah, esse post me chamou atenção porque eu amo pratos apimentados, mas com moderação, é claro!! rs E saber que elas possuem propriedades inibidoras do apetite é tudo de bom. Agora é que apreciarei com muito mais gosto. Acho fabuloso compreender que aquilo o que comemos fazem bem ou não para o nosso corpo e saúde. Nunca é demais aprender. 🙂

O que você achou deste artigo? Comenta aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s